4.2. Obtendo os Fontes Originais

Obtenha os fontes originais (normalmente) como um tarball compactado (foo.tar.gz ou foo.tar.bz2) e copie-o para DISTDIR. Use fontes do mainstream sempre que possível.

Definir a variável MASTER_SITES para refletir onde o tarball original reside. Existem definições abreviadas para a maioria dos sites mainstream em bsd.sites.mk. Por favor, use esses sites - e as definições associadas—se for possível, para ajudar a evitar o problema de ter as mesmas informações repetidas várias vezes na base de origem. Como esses sites tendem a mudar com o tempo, isso se torna um pesadelo de manutenção para todos os envolvidos. Veja Seção 5.4.2, “MASTER_SITES para detalhes.

Se não houver nenhum site FTP/HTTP bem conectado à rede ou se puder encontrar apenas sites com formatos irritantemente não-padrão, coloque uma cópia em um servidor FTP ou HTTP confiável (por exemplo, uma home page).

Se um lugar conveniente e confiável para colocar o distfile não puder ser encontrado, nós podemos hospedar em ftp.FreeBSD.org; no entanto, esta é a solução menos preferida. O distfile deve ser colocado em ~/public_distfiles/ da conta freefall de alguém. Peça para a pessoa que for fazer o commit do port para realizer isso. Essa pessoa também irá definir MASTER_SITES para LOCAL/username onde username é o seu login do cluster do FreeBSD.

Se o distfile do port mudar o tempo todo sem nenhum tipo de atualização de versão pelo autor, considere colocar o distfile em uma página pessoal e liste-a como o MASTER_SITES primário. Tente falar com o autor do port para parar de fazer isso; Isso realmente ajuda a estabelecer algum tipo de controle de código-fonte. Hospedar uma versão específica impedirá que os usuários obtenham erros de checksum mismatch, e também irá reduzir a carga de trabalho dos mantenedores do nosso site FTP. Além disso, se houver apenas um site master para o port, recomenda-se armazenar um backup em uma home page e listá-lo como o MASTER_SITES secundário.

Se o port exigir patches adicionais disponíveis na Internet, baixe-os também e coloque-os em DISTDIR. Não se preocupe se eles vierem de um site diferente de onde vem o tarball do código fonte principal, temos uma maneira de lidar com essas situações (veja a descrição PATCHFILES abaixo).

All FreeBSD documents are available for download at https://download.freebsd.org/ftp/doc/

Questions that are not answered by the documentation may be sent to <freebsd-questions@FreeBSD.org>.
Send questions about this document to <freebsd-doc@FreeBSD.org>.